DSC09528 (2)

O Dominó de História publica Eventos que constam na sua AGENDA DE HISTÓRIA, que será publicada daqui a algumas semanas. O presidente Kennedy mandou a CIA preparar a invasão de Cuba (de Fidel Castro) por um grupo de exilados cubanos, estacionados na cooperativa ditadura nicaraguense da oligarquia Somoza, que roubava o país há 30 anos. A invasão da Baía dos Porcos foi um fracasso. Em vez de saudar os invasores como libertadores, a população cubana abateu e prendeu os golpistas. Kennedy mudou a estratégia para neutralizar a Revolução Cubana e criou a Aliança para o Progresso, um programa assistencialista que pretendia subornar, com migalhas financeiras e estoques que ninguém queria, os governos e populações miseráveis do Terceiro Mundo. O golpe final veio com a expulsão de Cuba da OEA (a Organização dos Estados Americanos), uma invenção dos EUA para evitar discutir assuntos latino-americanos na ONU. Mas a expulsão não foi uma unanimidade como os EUA pretendiam: o México votou contra; 6 países se abstiveram (o Brasil e mais 5). A ditadura do Haiti (de Papa Doc), votou a favor da expulsão, mas pediu 5 milhões de dólares pelo voto. A expulsão foi em 31 de janeiro de 1962 e completou 52 anos em 2014.

A desastrada invasão gerou a Crise dos Mísseis (1962), que será comentada na data apropriada (16 de outubro), prevista na AGENDA DE HISTÓRIA.

O que aconteceu nos anos seguintes com os personagens citados?

Fidel Castro está vivo e ainda controla o país, através do irmão, Raul. O presidente Kennedy foi assassinado em 22 de novembro de 1963, numa conspiração nunca esclarecida. A oligarquia dos Somoza foi afastada pela Revolução Sandinista de 1979 e exilou-se no Paraguai, acolhida pelo ditador Stroessner.  O ditador nicaraguense acabou morto por um tiro de bazuca, provavelmente a mando do ditador, pois quem teria uma bazuca no Paraguai? Motivo (suposto) do tiro: flerte do exilado com uma amante do hospedeiro. O Papa Doc agia como se o Haiti fosse uma Capitania Hereditária brasileira e quando morreu (1971), o filho, um adolescente de 19 anos, Jean Claude Duvalier, apelidado Baby Doc, foi promovido a ditador do país e governou desastrosos 15 anos. Segundo os EUA, adolescentes abobados e corruptos podiam ser ditadores, desde que fossem anticomunistas. Em 1965, a OEA patrocinou um golpe na República Dominicana, com participação de tropas brasileiras, enviadas por Castelo Branco.  Apenas em 2001, a OEA aprovou a Carta Democrática das Américas, declarando ilegais todas as mudanças políticas violentas e inconstitucionais, mas mesmo assim os EUA patrocinaram golpes contra Hugo Chávez em 2002.

 

Anúncios